Aroeira (aroeira-da-praia) São Paulo, São Paulo

Aroeira (aroeira-da-praia) em São Paulo. Saiba onde comprar Aroeira (aroeira-da-praia) em São Paulo. Encontre aqui endereços e telefones de médicos homeopatas, farmácias e drogarias que poderão te ajudar comprar plantas medicinais em São Paulo. Aproveite e leia nossos artigos sobre Aroeira (aroeira-da-praia).

Invel
(11) 5077-7122
Rua Ribeiro Lacerda 413
São Paulo, São Paulo
 
Positiva
(11) 5521-0475
Rua Borba Gato 59 lj 271
São Paulo, São Paulo
 
Quimer
(11) 2955-8800
Rua Andaraí 799
São Paulo, São Paulo
 
Alem Natural Comercio Produtos Naturais
(11) 3739-4945
Avenida Doutor Guilherme Dumont Villares 800
São Paulo, São Paulo
 
Bruxinha Produtos Naturais
(11) 5624-8644
Avenida Ângelo Cristianini 127
São Paulo, São Paulo
 
Ranvele Comércio Produtos Naturais
(11) 3362-2227
Rua Rego Freitas 193
São Paulo, São Paulo
 
Nova Nebeli Comercial
(11) 2574-9689
Rua Antônio Guimarães 203
São Paulo, São Paulo
 
King's
(11) 3229-5547
Rua Capitão Salomão 40 - 3 cj 303
São Paulo, São Paulo
 
Nutriciti
(11) 3641-6769
Rua Barão de Jundiaí 195
São Paulo, São Paulo
 
Querência Produtos Naturais
(11) 2252-2352
Tv Casalbuono 120 lj 57
São Paulo, São Paulo
 

Aroeira (aroeira-da-praia)

ResumoAroeira: Planta medicinal com efeito anti-inflamatório, cicatrizante e antimicrobiano. Utilizada principalmente em casos de micoses vaginais (candidíase). A aroeira-da-praia está na lista de remédios oferecidos no SUS (Sistema Único de Saúde) no Brasil.NomesNome: Aroeira, aroeira-da-praia, aroeira-vermelha, aroeira-mansaNome latim: Schinus terebinthifolius RaddiNome inglês: brazilian pepper tree, aroeiraNome francês: Faux-poivrier, aroeiraNome alemão: Brasilianische PfefferbaumNome italiano: aroeiraNome espanhol: Aroeira, pimentero brasileñoFamíliaAnacardiaceaeComponentesSchinol, ácido masticadienóico, terebinthona , ácido ursólico citosterol, triaconte, simiarenol, e baurenona (terpenos, flavonoides, taninos, fenóis). Partes utilizadasCasca do cauleEfeitosAnti-inflamatório, cicatrizante e antimicrobiano. Indicações- Feridas- Micoses vaginais (vaginites, candidíase)- HemorroidasEfeitos secundáriosExistem risco de reações alérgicas. Estudos científicos indicam que a ingestão da aroeia-da-praia em altas doses pode ser tóxica.Contra-indicaçãoNão existem estudos que comprovem a segurança do uso da aroeira durante a gravidez. InteraçãoNenhuma conhecida.PreparaçõesUso externo- Decocção (1g de casca do caule secas, 150mL de água - fazer banho de assento três a quatro vezes ao dia)- Gel vaginal- Óvulos vaginais- Extrato alcoólicoOnde cresce a aroeira?A aroeira-da-praia é uma árvore de origem das áreas tropicais e subtropicais da America Latina. Encontrada geralmente em beiras de rios, córregos e em várzeas úmidas, mas cresce também em solos secos e pobres. Ocorre no Cerrado, Mata Atlântica e Pampa.Quando colher?Nunca retirar a casca da circunferência inteira da árvore. Observações interessantesA casca da aroeira-da-praia é popularmente utilizada para tratar úlcera, problemas respiratórios, feridas, reumatismos, gota, diarreia, problemas na pele e artrite. Os frutos são utilizados na culinária como pimenta. Um estudo clínico publicado em 2003 na Revista Brasileira de Ginecologia e Obstetrícia, realizado com 48 mulheres, demonstrou que o gel vaginal de aroeira é efetivo e seguro para o tratamento da vaginose bacteriana. Além de ter potenciais efeitos benéficos na flora vaginal, devido ao aumento de lactobacilos. A aroira-da-praia (Schinus terebinthifolius Raddi) muitas vezes é confundida com a aroeira-do-sertão (Myracrodruon urundeuva Allemão). As duas plantas são eficazes no tratamento de problemas estomacais, como úlceras estomacais, no entanto estudos de toxicidade da ingestão da aroeira-da-praia são contraditórios, portanto não a recomendamos para este fim.