Catinga-de-mulata Porto Velho, Rondônia

Catinga-de-mulata em Porto Velho. Saiba onde comprar Catinga-de-mulata em Porto Velho. Encontre aqui endereços e telefones de médicos homeopatas, farmácias e drogarias que poderão te ajudar comprar plantas medicinais em Porto Velho. Aproveite e leia nossos artigos sobre Catinga-de-mulata.

Distribuidora & Mercado Jc
(69) 3214-2555
Mamoré, 3977 - Cj Juscelino Kubitschek
Porto Velho, Rondônia
 
Raízes Produtos Naturais
(69) 3322-1195
Rua Nelson Tremea 232 lj A
Vilhena, Rondônia
 
Jorge Cleibson Franca da Silva
(69) 3541-5917
Avenida Nossa Senhora de Fátima 4000
Guajará-Mirim, Rondônia
 
Supermercado Integral
(69) 3230-1249
Avenida Ayrton Senna 925
Candeias do Jamari, Rondônia
 
Comercial Portuguesa
(69) 3451-2050
Rui Barbosa, 305 - Beira Rio
Pimenta Bueno, Rondônia
 
Supermercado Integral
(69) 3230-1249
Avenida Ayrton Senna 925
Candeias do Jamari, Rondônia
 
Farma Flora Seis
(69) 3223-1194
Afonso Pena, 641 - Km 1
Porto Velho, Rondônia
 
Natural Ervas
(69) 3321-1956
Rua Juscelino Kubitschek 551
Vilhena, Rondônia
 
Supermercado Paranavai
(69) 3413-2515
Avenida Cabo Barbosa 1815
Urupá, Rondônia
 
Irmãos Gonçalves
(69) 3225-2425
Avenida Governador Jorge Teixeira 2408
Porto Velho, Rondônia
 

Catinga-de-mulata

ResumoCatinga-de-mulata: Planta medicinal com efeito vermicida, indicada principalmente em casos de verminoses intestinais como a lombriga. Também pode ser utilizada no ambiente para espantar insetos. NomesNome: Catinga-de-mulata, erva-contra-vermes, tanásia, tasneira, tanacetoNome latim: Tanacetum vulgare L.Nome inglês: tansy, buttons, parley fernNome francês: Tanaisie, barbotineNome alemão: KöpfchenNome italiano: tanacetoNome espanhol: Tanaceto, hierba lombrigueira, atanasiaFamíliaAsteraceae ComponentesÓleo essencial (tuyonas), lactonas sesquiterpênicas (tanacetina, tanacetol), taninos, flavonóides, vitamina C, ácido cítrico e fitoesteróis. Partes utilizadasSumidades floridasEfeitosVermicida (ascaricida), antinflamatório, anti-espasmódica e colerético. Indicações- Verminoses (principalmente a lombriga (Ascaris L.)- Diarréia- Problemas digestivos- Sarna (uso externo)Efeitos secundáriosDermatites de contato.O uso de altas doses pode levar a intoxicação: irritação da mucosa gástrica, vômitos, taquicardia, diarreia, hemorragia uterina, espasmos violentos, midriase, convulsões. Em casos de suspeita de intoxicação, procure imediatamente atendimento médico. Contra-indicaçãoNão deve ser utilizada em casos de gravidez e amamentação.InteraçãoNenhuma conhecida.Preparações- Infusão - Tintura- Capsula- Óleo essencialOnde cresce?Planta de origem asiática e europeia (exceto a região do mediterrâneo), atualmente também pode ser encontrada na América do Norte e América do Sul. Quando colher?As sumidades floridas podem ser colhidas principalmente durante a primavera e início do verão. Observações interessantesAntigamente utilizada na forma de ramos secos para espantar insetos, como: moscas, traças, pulgas. Os ramos secos eram espalhados pelo teto da casa, armários, guarda-roupas, de baixo de colchões e nos canil. Popularmente, além de ser utilizada como vermífugo, é utilizada em casos de gengivites (gargarejo) e cores reumáticas. Também é utilizada na culinária na forma de condimento. Deve-se tomar cuidado para não confundir a catinga-de-mulata (Tanacetum vulgare) com a Tanacetum parthenium, que apesar de serem diferentes fisicamente, também é conhecida popularmente como tanaceto ou tanacetum. A Tanacetum parthenium possui efeitos diferentes da catinga-de-mulata, como antipirético (baixar a febre) e analgésico.