Poejo São Paulo, São Paulo

Poejo em São Paulo. Saiba onde comprar Poejo em São Paulo. Encontre aqui endereços e telefones de médicos homeopatas, farmácias e drogarias que poderão te ajudar comprar plantas medicinais em São Paulo. Aproveite e leia nossos artigos sobre Poejo.

Chiara Colanna Franccioli
(11) 3868-2196
Rua Apinajés 484 lj 02
São Paulo, São Paulo
 
Farmácia o Hervanario
(11) 3853-0029
Avenida Nossa Senhora do Sabará 2473
São Paulo, São Paulo
 
Moti Produtos Orientais e Naturais
(11) 3812-8305
Rua Padre Carvalho 750
São Paulo, São Paulo
 
Açucena Produtos Naturais
(11) 3931-1212
Avenida Itaberaba 87
São Paulo, São Paulo
 
Pouso Moca Naturale
(11) 3315-9011
Rua Itamaracá 395
São Paulo, São Paulo
 
Armazém Cereales
(11) 5049-3435
Al dos Anapurus 1473
São Paulo, São Paulo
 
Natureza Espiritual
(11) 2061-9440
Rua Presidente Soares Brandão 127
São Paulo, São Paulo
 
Bruxinha Produtos Naturais
(11) 5665-8558
Rua Icanhema 235
São Paulo, São Paulo
 
Saúde Hervas
(11) 2996-7361
Rua Mariquinha Sciascia 46
São Paulo, São Paulo
 
Bruxinha Produtos Naturais
(11) 5624-8644
Avenida Ângelo Cristianini 127
São Paulo, São Paulo
 

Poejo

ResumoPoejo: planta medicinal com efeito digestivo, expectorante, antimicrobiano, antiespasmódico. Seu uso interno faz-se através de infusões e tintura, o uso externo através de folhas secas, pó e infusão. NomesNome em português: Poejo, hortelãzinho, erva-de-são-lourenço, menta-selvagem, Poejo-real e Poejo-das-hortasNome latim: Mentha pulegium L.Nome inglês: PennyroyalNome francês: Menthe pouliotNome alemão: Polei-MinzeNome italiano: Menta poleggioNome espanhol: Poleo FamíliaLamiaceae Componentes Taninos, carvona, pulegona e mentol. Partes utilizadasToda a planta (Folhas, talos e flores), ramos. Efeitos do poejoUso internoDigestivo, expectorante, antimicrobiano, antiespasmódico. Uso externoAnti-séptico e cicarizante. Indicações Uso interno- Problemas digestivos, mau hálito, arrotos, diarréias (principalmente as causadas por bactérias como Escherichia coli) , gripes, resfriados, tosse e rouquidão. Uso externo- Escarbiose (sarna) e pediculose (piolhos), dermatoses e repelente de insetos. Efeitos secundáriosPode causar problemas hepáticos e alergias. Contra-indicaçãoNão deve ser usada por gestantes, pode causar aborto através da indução da amenorréia (fluxo menestrual). Também é contra-indicado para lactantes e crianças menores de 6 anos. InteraçãoNenhuma interação foi documentada. ToxicidadeO uso prolongado pode causar intoxicação. Preparações Uso interno- Chá (infusão), 150mL de 2 a 3 vezes ao dia - Tintura Uso externo- folha seca (para queimar) - pó - infusão Onde cresce o poejo ? O poejo cresce em solos úmidos e alcalinos, geralmente perto de lagos e rios. Em locais não úmidos, a planta cresce mas fica bem rasteira. Pede clima ameno, com muita claridade mas sem incidência direta de sol, solo leve e rico em matéria orgânica. Deve ser plantado na primavera ou no outono. Quando colher o poejo ?Como podemos usar diversas partes do poejo, é possível colhe-lo durante todo o ano. ObservaçõesO poejo é uma planta rasteira, com folhas pequenas e ovais que cheiram a hortelã. A palavra pulegium vem da palavra pulex, que em latim quer dizer pulga. Antigamente costumava-se queimar o poejo dentro das casas para repelir insetos. O poejo é uma planta originária do Mediterrâneo e Ásia Ocidental, muito utilizada pelos chineses antigos para fins medicinais, na aromaterapia, ou por povos antigos na confecção de coroas para cerimônias. Além desses usos antigos, hoje em dia também é usado na culinária como tempero.Fotos