Visco Branco Arapiraca, Alagoas

Visco Branco em Arapiraca. Saiba onde comprar Visco Branco em Arapiraca. Encontre aqui endereços e telefones de médicos homeopatas, farmácias e drogarias que poderão te ajudar comprar plantas medicinais em Arapiraca. Aproveite e leia nossos artigos sobre Visco Branco.

Consórcio Interm de Prod Ind e Comércio
(82) 3521-4662
Rodovia AL-110
Arapiraca, Alagoas
 
Nutrishop
(82) 3521-2126
Rua Estudante José Oliveira Leite, 382
Arapiraca, Alagoas
 
Ser Produtos Naturais
(67) 3386-0931
Rua Guassu 610
Campo Grande, Mato Grosso do Sul
 
Herbalife Distribuidor Independente - Fernando Azevedo
(91) 9615-4603
Tv Angustura, 2280
Belém, Pará
 
Best Life Br Produtos Naturais
(67) 3331-7610
Rua Rodolfo Andrade Pinho 64
Campo Grande, Mato Grosso do Sul
 
Flor de Lis
(82) 3522-2738
Rua Boa Vista 54
Arapiraca, Alagoas
 
Distribuidor Independente Herbalife
(67) 3042-3294
Rua Barão de Grajaú, 698 Nova Bahia
Campo Grande, Mato Grosso do Sul
 
Propomel Produtos Alimentícios
(67) 3385-5375
Rua Hermenegildo Pereira 189
Campo Grande, Mato Grosso do Sul
 
Naturaltem
(67) 3026-6999
Praça Rui Barbosa, 2107 Centro
Campo Grande, Mato Grosso do Sul
 
Adilma & Cristina
(91) 3278-1011
Rua B 18
Belém, Pará
 

Visco Branco

Visco brancoVeja como pode utilizar esta planta que ajuda a protegê-lo dos mais diversos vírusForam realizados mais de 30 estudos clínicos na Europa, que comprovam que o visco branco aumenta a sobrevivência e a qualidade de vida em pacientes com vários tipos de cancro, reduzindo os efeitos adversos da radio e quimioterapia.Um estudo publicado em 2007 demonstrou que o visco aumenta, em ratos imunizados com um vírusinfluenza (H1N1) inactivado, os antigénios e linfócitos específicos que combatem este vírus.Planta sagrada nas tradições celtas, o visco branco não é considerado um parasita porque não prejudica as árvores sobre as quais cresce. Em Portugal, surge principalmente no norte, em choupos e tílias.Princípios activosContém glucoproteínas (lectinas), polipeptídeos (viscotoxinas), ácido víscico, oligossacáridos e linhanos com actividade citotóxica (inibidora do crescimento de tumores malignos) e imunoestimulante. Aumenta a produção e eficácia de células do sistema imunitário com forte acção antiviral e anticancerígena. Contém ainda um glucósido cardiotónico (viscoflavina), com acção hipotensora.Principais propriedadesEstimula o sistema imunitário, aumentando a capacidade de cura contra vírus (H1N1, HIV e influenza) e células cancerígenas. Através da acção antiviral directa e inibição de mecanismos metabólicos da célula cancerígena, impede o seu crescimento e estimula a sua apoptose (morte celular). Por outro lado, aumenta a produção pelo sistema imunitário de células de defesa contra vírus bem como a sua actividade fagocitária (de eliminação dos vírus) e citotóxica (contra células cancerígenas). É hipotensor, reduz a pressão arterial. Aumenta a regeneração das células hematopioeticas após irradiação por raios-X e quimioterapia, evitando a anemia nestes pacientes.AdministraçãoExtracto líquido: 30 a 40 gotas duas a três vezes ao dia. Extracto seco: 200 a 400 mg por dia. Em alguns países com grande tradição na utilização do visco, como a Alemanha, é utilizado em Oncologia por via endovenosa. PrecauçõesAs bagas são tóxicas, por isso só se utilizam as folhas e os rebentos na composição dos suplementos alimentares.Vapores com óleos essenciais antiviraisÉ um tratamento clássico da Naturopatia e consiste em colocar num recipiente com água a ferver ou num aparelho de aerossol óleos essenciais com propriedades antivirais. Os mais eficazes são o tomilho e o eucalipto. Pode inalar-se directamente o vapor para obter uma acção antiviral directa sobre os vírus que possam ter infectado o aparelho respiratório e para obter um efeito mucolítico (facilitar a eliminação da expectoração). Também se podem fazer vaporizações em todas as divisões da casa para eliminar o máximo de vírus do ambiente. Texto: João Beles (naturopata, coordenador do curso de Naturopatia do Instituto de Medicina Tradicional de Lisboa)A responsabilidade editorial e científica desta informação é da revista